Por Andressa Amano para as Blogueiras Negras

Lenora

Lenora, personagem do Pokemon

Há um tempo estava fazendo uma pesquisa para fazer cosplay (representação a caráter de seus personagens de animes/cartoons favoritos) e reparei que há poucos personagens negros dentro dessa cultura.

Deve-se levar em conta que o Japão é um país onde houve pouquíssima miscigenação. A cultura Otaku é altamente racista e sexista. Recentemente houve uma polêmica em torno da personagem Lenora, do anime Pokémon. O figurino que a personagem usa foi modificado, devido ao fato de que a personagem, uma diretora de museu ,usava um avental, o que foi interpretado como racismo.

miles-morales

Miles Morales

No mundo das HQ’s isso não é diferente. Em 2011, a Marvel (gigante das histórias em quadrinhos americana) anunciou que o novo Homem-Aranha na série “Ultimate Comics Fallout“, Miles Morales seria negro de origem hispânica. A escolha foi bem criticada pois, para muitos, o herói representava o “sonho americano” e não deveria representar minorias.

A notícia de que a atriz Gina Torres gostaria de interpretar a Mulher Maravilha nos cinemas também gerou uma chuva de racismo ,afinal “Não tenho nada contra uma atriz negra ,mas…não seria bacana mudar um personagem americano tão importante!”. Não é importante que cerca 12 % da população dos EUA seja negra, muito menos que boa parte dela gostaria de se ver representada em HQ’s.

Sailor Nigga

Cosplay de Sailor Moon

Hoje em dia ocorre uma maior exposição de personagens negros em mangás, HQ’s e animes. Mas isso não é uma representação suficiente. Crianças leem e veem esses produtos, muitas delas negras. Eu, quando criança, achava estranho o fato de só existirem personagens brancos nessas publicações. E quando tem, porque há tanto burburinho por conta disso?

Acredito que faltam muitas mudanças nesse quesito. A autoestima de muitxs fica mexida. Mas há um movimento muito bacana (e ousado) da parte de jovens cosplayers. Esses jovens fazem cosplays de personagens brancos não se importando com racismo e se divertindo, o que realmente importa !E é isso que eu desejo.Que tantos jovens nerds, geeks e otakus negrxs não se sintam oprimidos e que possam levar seus hobbies tão a sério quantos outros.

  • Alice Rossi

    Concordo muito com esse texto! Devemos levar em conta que os animes e mangás são de origem Japonesa e lá não existem muitas pessoas negras. Apesar disso, acho que por animes e mangás serem um conteúdo tão lido e assistido pelo público do mundo todo, está na hora de criar animes e mangás com protagonistas e personagens negros, porque a representatividade é importante, ainda mais para crianças e jovens que leem e assistem animes!

  • Lain

    No mundo dos otakus o termo para pessoas negras é “dark skin”
    O termo se refere a negros e pardos.

  • Elsa Brazil

    Gostei mesmo! ??? quando decidi fazer cosplay, pedi opiniões, e quase todos diziam “Porque não faz da Michone? Ela é parecida contigo!”, cara… Eu nem gosto de “The Walking Dead”!
    Finalmente tinha me decidido de que personagem fazer cosplay. Da Sailor Moon (anime de mesmo nome), e a Bulma (Dragon Ball). Quase todos me olharam torto (menos minha amiga Dudinha ♥ que quer fazer uma festa a fantasia e me ” obrigou” a me fantasiar de Bulma no aniversário dela). Não quero nem saber, vou fazer cosplay delas, e ainda vou participar de concursos! ???

  • Renata Teixeira

    Esqueceram de citar a personagem Choi Mochimazzi, de Tamako Market.

  • Normalmente, para criar um personagem, nos inspiramos no que vemos a nossa volta, em nosso dia-a-dia. Se fosse um desenho animado feito por africanos, todos os personagens seriam negros também. Não duvido disso. Os animes não são racistas, os japoneses são brancos, e há pouquíssimos negros no Japão.

    • Eu até concordaria com sua afirmação se nos animes realmente aparecessem somente personagens de raça asiática . Sempre há personagens loiros de olhos verdes ou azuis,e não tem nenhum anime que eu tenha assistido até hoje que não apresente traços eurocêntricos. Animes shoujos então nem se fala hahaha. Não vejo motivo pra eles não criarem personagens negros, eles misturam pra caramba! Inclusive, tem pouquíssimos loiros no japão.

  • Eu adoro quadrinhos (HQ´s e mangás), e tenho muita vontade de fazer um cosplay, mas eu confesso que é muito difícil. Não existe muitos personagens negros, e os que existem tem proporções q na maioria das vezes é meio irreal, inclusive as personagens femininas.
    E se eu tentar fazer um cosplay q não é negro? Já até pensei na ideia, mas as pessoas começam a apontar, a dizer q o cosplay está errado, para manter a etnia do personagem. Isso é no minimo muito chato.

  • antonio

    Não sei se você viu, mas o Andrew Garfield (que faz o homem aranha nos cinemas agora) disse numa entrevista que tava fazendo uma campanha (meio que brincando mas meio que não brincando) com o produtor pra escalar o Michael B. Jordan (de Chronicle) como um equivalente a Mary Jane (já que nos novos filmes o Homem Aranha ainda não conheceu ela e tá só aos beijos e abraços com a Emma Stone/Gwen Stacy). O ator diz como seria interessante que a Mary Jane fosse um homem nessa leva de filmes do século XXI pelos ideais do Homem Aranha e o que ele representa pros jovens e tal e coisa e daí que o melhor ator para fazê-lo seria o M. B. Jordan, que é negro, que o Garfield admira muito.

    (O Jordan não curtiu a idéia, mas a semente está plantada)

    Achei no mínimo curioso quantos paradigmas isso poderia quebrar, ainda mais num filme de super heroi da Sony

    http://www.legiaodosherois.com.br/2013/andrew-garfield-sugere-que-mary-jane-seja-um-homem-teremos-um-aranha-gay.html
    http://www.legiaodosherois.com.br/2013/michael-b-jordan-responde-aos-comentarios-de-andrew-garfield-sobre-a-sexualidade-do-aranha.html#

  • Bia Rosa

    Assisto um anime que se chama Michiko To Hatchin onde a maioria dos personagens são de pele negra até a personagem principal,e o país que é retratado é baseado no Brasil (o verdadeiro Brasil em que há MUITOS negros) apesar de ter só legendado as placas e todas as coisas dentro do anime são no idioma português até a musica,vale a pena vcs fazerem um post sobre ele :

    http://www.animeq.com.br/2012/01/michiko-to-hatchin-episodios.html

  • E acrescentando uma tangente aí:

    Esse pessoal branco que fica criticando pessoas negras que fazem cosplay de daquela esmagadora quantidade de personagens de anime que não são negros nem repara que na verdade deveriam ser alvo do mesmo tipo de criticismo. Afinal de contas, a esmagadora maioria dos personagens de anime são japoneses. Então na verdade, se eles fazem tanta questão de “serem fiéis à raça do personagem” (ai me dói escrever isso!), eles também só podem fazer cosplay de uma pequena minoria, e teriam que deixar de tentar imitar muitos de seus favoritos…

  • Helen

    Bem, sobre isso eu acho que temos poucos criações negras e talvez por isso, consequentemente, poucos personagens! Qdo criarmos novos heróis negros isso começará a mudar!

  • discordo totalmente da matéria e posso dar uma vasta lista de personagens de anime e heróis negros

    segue uma lista de personagens negros

    mas segue uma pequena lista
    pantera negra
    falcão
    super choque
    tempestade
    nick fury
    lantena verde
    vixen
    spanw
    blade

    de animes

    sado yashutora
    bleach

    sr popo
    dragon ball

    yoruishi
    bleach

    ubu
    dragon ball gt

    brock
    pokemon

    barba negra
    one piece

    e muito mais

  • Ok. Mas a maioria dos animes é ambientada no Japão e a etnia negra está ausente naquele país. As HQs, filmes, livros e jogos deveriam sim aumentar a representação negra, mas o caso dos animes é muito particular.

  • Na série “Just Imagine”, em que Stan Lee reescreveu os herois da DC, Batman é negro. E a Mulher Maravilha é uma índia peruana.

  • Não se pode esquecer também de um outro aspecto grave: todas as vezes que personagens negras são incluídas em algum anime, elas são extremamente caricaturadas, todas sensuais, seminuas e com proporções físicas sobrenaturais, o que dificulta ainda mais a identificação daquelas meninas negras que curtem animes e querem fazer parte do “mundo dos cosplays”.

  • Rodney F.

    Andressa, eu também, em meus tempos de otaku, notei esse vazio da cultura negra nos animes e mangás. Apesar disso, descobri o estúdio Manglobe que trabalha muito com a cultura negra em geral, colocando traços negros nas personagens japonesas, inclusive. O que é bem interessante, ao meu ver. Como se não bastasse, eles fizeram um anime ambientado num país que é uma mistura da América do Sul, se chama Mitchiko to Hatchim. Fica essa indicação e mais duas: Sakamichi no Apollon e Samurai Champloo, ambos espetaculares!