O futebol sempre foi um dos esportes onde as reações e emoções se sobrepõem a ética, ao respeito ao outro. A violência parece fazer parte do esporte que é a paixão de muitos e que terá, esse ano, nosso país como sede do maior evento esportivo da modalidade. Ela se manifesta dentro e fora dos campos, num país onde famílias são removidas e corpos são arrastados pelas ruas como se fossem sacos de lixo. Ainda assim, muito permanecem insensíveis. De certo se beneficiam consciente ou inconscientemente desse estado de coisas. Outros felizmente protestam.

E é nesse clima de fúria que vemos se repetir, se não inusitada, a cena mais ridícula que se podia ver: a torcida do Barcelona arremessa durante o jogo uma banana no campo. Como se fosse um filme, o jogador a quem foi destinada a fruta, Dani Alves, descasca e come a banana.  Mais tarde explicaria seu gesto defendendo a ideia de que não ligar faz com que o racismo seja amenizado, bem à moda Morgan Freeman.
Para piorar o que já era muito ruim, uma agência de publicidade criou a hedionda campanha #SomostodosMacacos que está em reprodução por alguns que se dizem ou se pensam aliados da luta antirracista.

E em meio a esta bananada e marmelada, as Blogueiras Negras, junto com toda a comunidade de mulheres negras convoca e reage: #NÃOSOMOSMACACOS! Não queremos nem permitiremos ser rotulados com esse que é o gesto racista mais chulo e ignorante, mesquinho e ridículo.

 

Queremos punições reais: torcedores punidos, mandos de campo perdidos, leis e ações contra o racismo no esporte, racismo institucional e veiculado por esses que se dizem ícones da tv brasileira.

#NÃOSOMOSMACACOS e não precisamos de bananas!
Lutaremos por direitos, liberdade, visibilidade e dignidade.