A PUCCamp mentiu para a gente.

Nesse ano a PUC Campinas se superou, tratando nós, os bolsistas do curso de artes, como uma empresa trata seus clientes inadimplentes, visto que, quando estávamos no meio do curso a direção nos procurou e disse que a PUC estava fazendo alterações na grade curricular do nosso curso e que o dividiria a partir da nossa turma, Artes Visuais e Design, em dois cursos (licenciatura e bacharelado).

Detalhe: Não nos avisaram que perderíamos a bolsa depois de nos formar em licenciatura, ao contrário, disseram que os bolsistas, necessariamente teríamos que fazer ambas as opções; fato que nós aceitamos afinal licenciatura e ênfase em design fora o contratado no início do curso. Mas agora, no último semestre, quando estamos planejando o TCC e a exposição final, quando muitos dos meus colegas já tinham o projeto de artes e o TCC definido a secretaria nos avisa que não temos mais direito a bolsa, porque já temos um diploma de licenciatura, e que o PROUNI e a PUC não podem nos dar outro diploma através da bolsa.

Hoje, 4/08/2014 foi um dia triste. O pessoal que perdeu a bolsa veio até a PUC Campinas, mas não conseguiram falar com a direção, mesmo assim foram orientados a entrarem na sala de aula, sem matricula, sem garantia de que terão a sua bolsa novamente.

No entanto, em dez minutos de aula duas colegas saíram da sala chorando, eu fiquei preocupada e fui atrás delas, tive que olhar nos olhos chorosos e humilhados de ambas me dizendo que não sabem mais o que fazer, que estão frustradas e sem forças para se posicionarem. Diante da grandiosidade da PUC e do argumento “você já tem um diploma” elas, minhas colegas, não tem mais força para lutar pelo até então prometido diploma de bacharelado. Me disseram que vão aceitar o diploma de licenciatura, mas sem realizar o sonho de finalizar o TCC e expor suas obras de arte no final do curso, como já é tradição e condição para a formação do bacharel em artes.

Leia abaixo o e-mail que minha amiga e colega Graça Araújo escreveu para a direção e pró reitoria da PUCC, e-mail esse que fora enviado no dia 30 de julho e que até hoje, dia 4 de agosto está sem resposta:

Bom dia.

Venho por meio deste pedir humildemente ao senhor Pró-Reitor de graduação para rever a situação dos bolsistas (PROUNI e Vestibular Social), da faculdade de Artes Visuais que irão se formar nesse ano.

Quando ingressamos em 2011, o curso era Artes Visuais com ênfase em Design, com bacharel e licenciatura, mas no meio do curso houve a mudança de currículo e garantiram para nós que nada mudaria, iríamos sair com as duas graduações, inclusive no fim do ano passado realizamos a manutenção da bolsa que foi aceita para o ano letivo de 2014.

Nos preparamos durante o curso para o bacharel em Artes, escrevemos projetos, temos trabalhos práticos em andamento, no 1° semestre já procuramos local para a exposição final, nos dedicamos, temos boas notas. Além disso, estávamos também nos preparando para o ENADE.

Diante de tudo isso teríamos que dar continuidade ao curso, mas como somos bolsistas não temos dinheiro para pagar a faculdade agora porque recebemos menos de R$ 1000,00 por mês.

Então, por favor, reveja nossa situação. São apenas seis meses. Se puderem fazer um acordo conosco, ficaremos agradecidos.

Muito obrigada.

Maria das Graças de Araújo.

Diante desses fatores ficaram os questionamento:
Porque a PUC não frisou que perderíamos a bolsa?
Porque quem tinha DPs ( meu caso) não perdeu a bolsa?
Porque ela não se posiciona diante dessa questão?
E o assédio moral, frustração, exposição e a dor dos meus colegas, vendo seus sonhos destruídos por falta de humanização da direção do curso?

  • Ligia de Andrade Rodrigues

    Minha cara acabei de ler seu relato e fiquei mais indignada que já estou com a PUC,estava procurando respostas na internet de algum caso parecido com o meu…

    Colei grau em 1986 no curso de publicidade e propaganda,na época estava inadimplente com algumas mensalidades,resultado,não obtive meu certificado pois alegaram que eu teria que refazer a matéria de Língua Portuguesa por mais um ano e as mensalidades vencidas seriam acrescentadas com juros e correções nas parcelas junto com o crédito de português.

    Para se colar grau em Publicidade é apresentado um projeto experimental,onde o grupo no último semestre funciona como uma agência de publicidade,apresentamos o projeto que obteve nota muito boa,por sinal um dos melhores projetos do ano,e que inclusive foi comprado pelo anunciante e veiculado nas mídias propostas no projeto idealizado,e as notas eram iguais para todos do grupo.Somente eu no grupo fui reprovada,isto é,em português,uma maneira de me obrigar a pagar as mensalidades vencidas.

    Me sinto lesada em meus sonhos,roubada em meus anos de estudo e trabalho,ignorada nos meus esforços…não poderia ficar por mais um ano em Campinas pagando moradia e o curso…

    Não consigo me conformar,não tive como lutar com uma instituição tão forte,sofro todo dia que penso nesse assunto,um vazio enorme dentro do peito…

  • Gi

    Meninas, uma amiga minha teve um problema parecido, ela entrou em contato direto com o bispo… Ele tem uma certa força dentro da universidade, é uma outra opção, em ultimo caso….

  • Deve ser horrível passar por uma situação como essas.
    A Universidade nos deixa impotentes de qualquer ação, nós que somos os reais transformadores nos sentimos meros joguetes à mercê dos grandiosos que ficam escondidos na Reitoria>
    É um abuso, um absurdo, como se fizessem um “favor” para nós bolsistas, como se devêssemos agarrar qualquer oportunidade jogada à nós sem questionar.
    Mais uma vez, parabéns, PUCC…

  • Adriano Fiuza

    Realmente a PUCCAMP é desumana, cheguei no 3º ano do curso de LETRAS e fui terrivelmente humilhado por uma professora por ser bolsista, reclamei e nada foi feito…

  • Anderson Henrique Resende

    Prezada Mírian Lopes,

    Fiquei tocado com o seu texto, se ainda não conseguiram resolvê-lo eu e alguns amigos poderemos movimentar o judiciário no intuito de encontrar alguma alternativa. Acredito que esta não é a via mais apropriada, porém deixo meu e-mail para contato: ahresende@yahoo.com.br

  • Naiane Ribeiro

    Oi Mírian,
    Nós do curso de Ciências Biológicas da Puc Campinas (Campus II) passamos pela mesma situação, mas a situação foi contornada e os alunos “conseguiram” não perder a bolsa. Houve bastante diálogo com o nosso Diretor, que quando soube da possibilidade da perda da bolsa, foi atrás de saber todos os detalhes necessários para que isso não acontecesse. Se você quiser nomes de pessoas para entrar em contato, email, telefones…posso te passar o contato dos alunos envolvidos. Mas o caso de vocês é diferente porque vocês já colaram grau, toda a nossa situação foi “remediada” ANTES da colação de grau, pois sabíamos que uma vez colado grau não teríamos mais como desfazer a situação. Na época foi uma correria, mas acabou dando tudo certo.
    Espero que a gente consiga te ajudar.