Eu ia começar pedindo desculpa pra quem pensa diferente, mas pensei bem e vi que não é o caso. Percebi que quem merece receber pedido de desculpa sou eu. Eu cresci sendo ensinada na escola, através do convívio com as demais crianças, que o bonito era o cabelo liso, a cor branca , os olhos claros, a magreza. Ou você tinha um desses atributos ou você era um zero a esquerda no colégio.

Eram todos crianças, gente! Quem ensinou isso para aquelas crianças , pra mim e para as crianças de hoje? Quem ensinou isso para as crianças da década de 70, 60, 50, 40? As crianças nasceram com esse senso? Elas nasceram com esse conceito de beleza e depois cresceram e reproduziram? É nisso que vocês querem me fazer acreditar? É nisso que vocês acreditam? Jura?

Percebam que muitos negros não se aceitam, outros estão em processo de aceitação. Negros que não se acham bonitos e que não conseguem ver beleza em outros negros são vítimas de um sistema que impõe o que é belo e o que não é, e uma grande parte das pessoa negras que são vítimas dessa imposição, sem questionar, acabam se tornando pessoas inseguras e com graves problemas de auto estima que levam pra uma vida inteira.

Já pararam parar perceber que , o que é “belo” hoje amanhã já não é mais? Reparem na moda! Uma roupa que todo mundo quer ter hoje, que ta todo mundo usando hoje, amanhã fica cafona, cai em desuso e ninguém mais quer. Quem nunca olhou as fotografias antigas de seus pais e disse : “céus! Eu jamais usaria isso!” E recebeu como resposta “Nossa! Na minha época era a maior moda !” ?

Quem faz a moda? Quem dita pra gente a vida inteira o que é bonito e o que é feio? Quem ? A mídia! E quem são os donos da mídia? São pobres e negros? Não! Então quem eles exaltaram a vida inteira? Os ricos e os brancos. Não é em vão que as malditas colunas sociais existem até hoje , exaltando o glamour e a beleza que eles querem que seja exaltada e invejada pelos “mortais”. Então, quando alguém diz “Ah! Eu não sinto atração por negrxs e é uma questão de gosto”, eu simplesmente não aceito isso. Não nascemos com essa concepção formada, isso foi incutido em nossas mentes.

No Brasil , por exemplo, a sociedade foi ensinada a achar a cor negra feia, a achar que todo negro é ladrão, que toda negra só serve para sexo e não merece ser amada, dentre outras coisas.

Isso não foi algo criado a partir de uma reflexão, de uma análise. Isso foi algo construído e disseminado por um histórico escravocrata, durante séculos, onde o negro não era visto como ser humano, era moeda de troca, era visto como bicho. Os pensamentos evoluíram um pouco, mas não foram extintos. Uma construção de séculos não se esvai assim tão facilmente . Ainda ouvimos muito “ele é negro mas é bonito ” como se em regra ser negro e ser bonito fosse algo raro.

Eu acredito que as pessoas se atraem por motivos outros que não apenas a casca. Mas eu sei que as pessoas possuem uma necessidade ridícula de terem seus troféus . As pessoas pensam “aquele ali é um ser que a sociedade admira (pq fizeram ela querer admirar) e então eu preciso ter esse ser como troféu para exibir”.

Eu sempre gosto de deixar explícito que meus discursos não são para os que na vida já estão com suas convicções conservadoras enraizadas e não fazem nenhuma questão de desconstruírem isso. Meu discurso é , e na maioria das vezes sempre será , direcionado para o povo que se declara libertário, de esquerda, progressista. Então, galera, antes de irem para manifestações tentarem desconstruir o pensamento capitalista, Desconstruam o racismo introjetado de vocês . Desconstruam, também, o machismo podre que vocês não estão fazendo a mínima questão de esconder. É basicamente isso. Uma mente que não é alienada não se deixa envolver pelo que o conservador tenta incutir . Uma mente progressista vive em constante estado de reflexão e desconstrução dos próprios vícios adquiridos ao longo do tempo. Das coisas que mais me incomodam em minhas reflexões sobre a vida é o fato do ser humano agir de forma completamente contraria ao discurso que profere. Não façam isso ! Se fazem isso, assumam e tentem mudar.

Quem não consegue mudar a própria postura não tem moral pra exigir a mudança de postura de uma sociedade inteira, seja por conta do capitalismo, seja por conta do ambientalismo, seja por conta de qualquer coisa. E se eu pudesse dar um conselho eu diria : ame mais , visto que o amor ajuda muito na limpeza de uma mente poluída pelo cinza da ridicularização do oprimido que nos é imposta desde sempre. Nem espero que com a leitura desse texto os não atingidos sintam uma empatia imediata, mas que ao menos façam a gentileza de refletir.”

 

Imagem destacada: Reprodução Web