O Brasil, ao longo de sua história, estabeleceu um modelo de desenvolvimento excludente, impedindo que milhões de brasileiros tivessem acesso à escola ou nela permanecessem. Na reestruturação do MEC, o fortalecimento de políticas e a criação de instrumentos de gestão para a afirmação cidadã tornaram-se prioridades, valorizando a riqueza de nossa diversidade étnico-racial e cultural.

Neste sentido, foram criadas as leis 10.639 e 11.645 que destacam a importância da inclusão da literatura afro-brasileira e o estudo das contribuições dos povos africanos na cultura e na língua portuguesa falada no Brasil.

Esta oficina se propôs a trazer para o âmbito escolar as contribuições dos africanos em nossa língua, literatura e cultura além de despertar nos alunos a consciência crítica acerca do referido tema, através de debates, discussões e produções textuais. Os professores que ministraram a referida oficina foram: Eu (Luciene do Rêgo da Silva); Luciano Kennedy Vieira e Silva e Cristiano Max de Sousa Tavares. Tivemos a orientação e supervisão da Profa Me. Heloíza Ribeiro Sena Monteiro.

A abertura e o fechamento da oficina contou com a apresentação de integrantes do grupo de dança afro AFOXÁ, o qual mostrou a influência da cultura africana na dança brasileira. As aulas ministradas foram um grande desafio para os professores, tendo em vista que a temática escolhida era praticamente desconhecida pela maioria dos alunos.

Em relação à língua portuguesa e à influência dos africanos nesta, foram exibidos alguns documentários, discutidos alguns textos e realizadas algumas atividades em sala. Percebeu-se que a maioria não tinha ciência da quantidade de palavras oriundas dessas línguas, as quais fazem parte do Português falado no Brasil.

Notou-se que os assuntos abordados na literatura, inclusive os autores, despertavam grande interesse dos participantes. A Oficina de Poesia ministrada em uma aula, em parceria com o poeta teresinense Ruimar Batista, foi muito proveitosa e os alunos foram avaliados através da escrita de poemas.

 

Foto 1. 1° dia de aula do Curso: As Contribuições dos Povos Africanos na Língua e Literatura Brasileira & Produção Textual, ministrado na Unidade Escolar Monsenhor Cícero Portela Nunes em Teresina. Na fileira da frente se encontram da esquerda para direita: Professor de Português (Regente) Daniel Carlos Rodrigues da Luz; Professora de Artes e Dança (Palestrante convidada) Artenildes Soares Silva; Professor de Português e Francês (Regente) Luciano Kennedy Vieira e Silva; Professora de Português e Francês (Regente) Luciene do Rêgo da Silva e Professora de Português e Francês (Palestrante convidada). Na fileira atrás estão os alunos do curso. Foto de aluno da escola desconhecido. Data: 01 de Jun. de 2015.

1° dia de aula do Curso: As Contribuições dos Povos Africanos na Língua e Literatura Brasileira & Produção Textual, ministrado na Unidade Escolar Monsenhor Cícero Portela Nunes em Teresina. Na fileira da frente se encontram da esquerda para direita: Professor de Português (Regente) Daniel Carlos Rodrigues da Luz; Professora de Artes e Dança (Palestrante convidada) Artenildes Soares Silva; Professor de Português e Francês (Regente) Luciano Kennedy Vieira e Silva; Professora de Português e Francês (Regente) Luciene do Rêgo da Silva e Professora de Português e Francês (Palestrante convidada). Na fileira atrás estão os alunos do curso. Foto de aluno da escola desconhecido. Data: 01 de Jun. de 2015.

Esta parte da Oficina foi ministrada por mim, como parte integrante da disciplina de Prática de Ensino em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira. Essa foi a primeira vez que pude trazer minha pesquisa à sala de aula. Discutimos os conceitos de: Racismo; Preconceito; Estética Negra e o significado da palavra Negro. Propus aos alunos que elencassem as características da literatura afro-brasileira e também perguntei a eles se eles conheciam os autores e textos trabalhados na oficina. Eles não conheciam nenhum dos autores estudados.

Na parte de produção textual, após a exibição dos documentários, organizou-se um debate que produziu argumentos a serem utilizados posteriormente nas redações. Também foram ensinadas técnicas de redação, com foco na prova do ENEM.

Como fundamentação teórica para esta oficina, recorremos aos filmes: Besouro, Ganga Zumba e curta metragens para discutirmos as influências da cultura africana em nossa língua, literatura e cultura e estimularmos nos alunos a produção textual relativa aos temas propostos. No âmbito da Literatura, recorreu-se a obra Quarto de Despejo de Carolina Maria de Jesus; Negridade do poeta Ruimar Batista; Canções do mais Belo Incesto e Poemas Antigos de Lourdes Teodoro; Negritude e Superando o racismo na escola de Kabengele Munanga, além de poemas variados de autores afrobrasileiros a fim de dialogarmos sobre os conceitos de literatura negra ou afro-brasileira e o porquê da exclusão  ou não reconhecimento dessa literatura no canône brasileiro e nos livros didáticos adotados pelas escolas. Para a Produção textual, além dos filmes e textos já discutidos nas outras áreas, também trabalhamos com o Guia do Participante Enem 2014: manual de redação.

Apresentação do Trabalho final da Disciplina: Estágio Supervisionado: Prática de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira. Poster intitulado (Oficina: As Contribuições dos Povos Africanos na Língua e Literatura Brasileira & Produção Textual). Na foto: Profa. de Português e Francês (Regente) Luciene do Rêgo da Silva. Foto de Luciano Kennedy Vieira e Silva. Data 07 Jul. 2015.

Apresentação do Trabalho final da Disciplina: Estágio Supervisionado: Prática de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira. Poster intitulado (Oficina: As Contribuições dos Povos Africanos na Língua e Literatura Brasileira & Produção Textual). Na foto: Profa. de Português e Francês (Regente) Luciene do Rêgo da Silva. Foto de Luciano Kennedy Vieira e Silva. Data 07 Jul. 2015.

CONSIDERAÇÕES FINAS:

Constatou-se que as leis 10.639 e 11.645 podem ser colocadas em prática na sala de aula, tendo em vista que o aporte teórico linguístico, as obras literárias e o repertório cinematográfico e musical afro-brasileiro são vastos e estão disponível ao alcance de todos.

Tecnologias como a internet e o data show proporcionaram um ambiente descontraído e ao mesmo tempo inovador aos alunos da oficina. As produções textuais inspiradas nas temáticas discutidas, juntamente com as técnicas de redação resultaram em produções textuais que foram se aprimorando ao longo das aulas.

A oficina “Contribuições dos Povos Africanos para a Língua, Literatura Brasileira & Produção Textual” foi um desafio cumprido e superado, sendo uma experiência que nos formou nessa área e nos demonstrou que as leis, já em vigor em âmbito nacional, têm a possibilidade de serem colocadas em prática, desde que haja formação e planejamento dos professores acerca da temática.

REFERÊNCIAS:

DA COSTA, Ruimar Batista. Negridade. Ed. Afreketê.2. ed. Teresina: 2006.

DE OLIVEIRA, Eduardo (Organizador e Pesquisador). Quem é quem na negritude brasileira: volume 1. São Paulo: Congresso Nacional Afro-Brasileiro; Brasília: Secretaria Nacional de Direitos Humanos do Ministério da Justiça. 1998.

JESUS, Carolina Maria de. Quarto de despejo: Diário de uma favelada. São Paulo: Ática & Francisco Alves (Original), 1960, p. 5-30.

LUCCHESI, D. & BAXTER, A. (1995) A variação na concordância verbal com a 1ª pessoa do singular como parte do processo de descrioulização do dialeto de Helvécia-Ba. Comunicação apresentada à 47ª Reunião Anual da SBPC, São Luís-Ma. ms.

TEODORO, Lourdes. Canções do mais Belo Incesto e Poemas Antigos. Brasília: Edição da Autora, 1996, p. 51-54.

REFERÊNCIAS AUDIOVISUAIS:

BESOURO. Produção de João Daniel Tikhomiroff. Brasil, Mixer e Buena Vista International, 2010. 1 DVD. (94 min).

GANGA ZUMBA. Direção: Carlos Diegues. Produção: Carlos Diegues. Roteiro: Carlos Diegues, Leopoldo Serran, Rubem Rocha Filho. Música: Moacir Santos. Intérpretes: Jorge Coutinho, Léa Garcia, Cartola, Teresa Rachel, Luíza Maranhão, Antônio Pitanga, Eliezer Gomes e outros. Brasil, 1964.1 DVD.100 min). 

VISTA MINHA PELE. Direção: Joel Zito Araújo. Intérpretes: Bruna Bonéo; Thuanny Costa; Samira Carvalho; Abayomi Oliveira; Annete Moreira; Marcio Julião; Ana Paulo Mendonça; Gabriel Mota; Maria Ceiça; Bukassa Kabengele; Ailton Graça. Roteiro: Joel Zito Araújo & Dandara. Coordenação geral: Hédio Silva Jr. Argumento: Maria Aparecida Bento. Brasil, 2003. 1 DVD:. (24 min).

Imagem destacada:

Último dia de aula do curso: As Contribuições dos Povos Africanos na Língua e Literatura Brasileira & Produção Textual, ministrado na Unidade Escolar Monsenhor Cícero Portela Nunes. Da esquerda para a direita se encontram: Profa. de Artes e Dança (Palestrante convidada) Artenildes Soares Silva; Profa. de Português da referida escola e escritora Aurilene Freire Pessoa; Profa. Me. Heloiza Ribeiro Sena Monteiro; Prof. de Português (Regente) Cristiano Max de Sousa Tavares; Profa. de Português e Francês (Regente) Luciene do Rêgo da Silva; aluna do curso e Prof. de Português e Francês (Regente) Luciano Kennedy Vieira e Silva. Na fileira à frente estão os alunos do curso. Foto de aluno da escola desconhecido. Data: 29 de Jun. de 2015.