Me afirmo e confirmo

Sou linha tênue de minha estrada

Sou negra de cabelo crespo, sou Dandara.

 

A batida dos meus ancestrais

É o desejo de luta e de juramento

O orgulho é minha audácia

Um firmamento sem segmento.

 

O grito, é o grito delas

Lavadeiras

Faxineiras

Arrumadeiras

Diaristas

Não sou mulher pra ficar na peneira todo dia.

 

Escrevo para ela

Escrevo para elas

Escrevo para elas e elas

Escrevo para aquelas, sem elas.